De uns tempos para cá, a quantidade de filmes que contam com continuação aumentaram exponencialmente. Entendo que hoje em dia as produtoras precisam utilizar de estratégias para continuar arrastando multidões para o cinema, mas nenhum conseguiu o feito em: Os Vingadores Ultimato.

O time de Vingadores se preparando para uma investida contra o tempo

Para você ter uma ideia do que estou falando, antes mesmo da estreia do tão esperado desfecho da saga, o filme já estava batendo recordes de bilheteria. Com certeza, resultado das maravilhosas produções dos filmes anteriores, tanto de Os Vingadores quanto os filmes solos dos heróis.

Particularmente, não gosto de longas esperas. Sabe quando bate aquele medo de morrer e não ver o final de uma determinada história… Pois é… Não sei se acontece contigo, mas comigo acontece. Lembro quando assisti a pré-estreia da Sociedade do Anel, foi um ano de cuidados exagerados.

Uma história de terror de gelar os ossos

Com os Vingadores foi a mesma coisa, no entanto, devido ao intervalo entre o Os Vingadores 1 e o 2, já estava meio preparado e mantive minha ansiedade em rédeas curtas. E eis que, Vingadores: Guerra Infinita chega com diversas situações inesperadas e um final que nos faz pensar: e agora? O que inventarão para reverter isso?

Os Vingadores Ultimato e minhas impressões

Por ser escritor, adoro deixar pontas soltas pelo caminho para amarrar no final da narrativa, mas, deixar pontas soltas em um livro é uma coisa e amarrar essas pontas em onze anos de poderosas produções é completamente outra.

Parabéns para a produção e para o estúdio, Os Vingadores Ultimato faz parecer que tudo realmente foi meticulosamente proposital, desde o primeiro filme até sua conclusão em Os Vingadores Ultimato.

Homem de Ferro e Capitão América unindo forças mais uma vez

Tudo bem que teve alguns momentos que, podem me xingar, dei uma pescada, ou melhor, duas. Mas isso não quer dizer que o filme estava chato, mas achei que determinadas partes, o filme deu uma leve perdida e, provavelmente, essa foi a deixa para meu sono bater.

Mas, foram pouquíssimos momentos. No decorrer das três horas de duração, assisti ao filme firme e forte e me deliciando em todos os momentos possíveis. Adorando ver a complexidade do trabalho dos produtores e diretores que tornaram Os Vingadores Ultimato em uma verdadeira obra de arte.

Os Vingadores Ultimato e seus verdadeiros heróis (spoiler)

Mas, o verdadeiro herói do filme, que permitiu que os heróis alcançassem seu objetivo, foi um ser inesperado e, muitas vezes preconceitualizado, temido e mal vindo em qualquer residência. Mesmo assim, acho que o pequeno novo herói merecia um uniforme e um nome heróico.

No final de Homem-Formiga e a Vespa, na cena pós-créditos, Scott Lang entra para o mundo quântico em busca de uma energia curativa para a mulher fantasma, no entanto, quando estava prestes a sair, o estalar de dedos de Thanos leva embora todos que estavam lá fora coordenando a máquina, deixando Lang preso no mundo quântico.

Guardiões da Galáxia, Capitã Marvel mais jogadores no time dos Vingadores

A van acabou sendo levada para um pátio e lá ficou esquecida durante cinco anos, pelo menos até o momento em que um rato caminha pelo painel e acaba acionando o túnel quântico que permite o retorno de Scott para nossa realidade. E é a partir desse momento, que uma luz no final do túnel é acesa. E por isso, acho que posso afirmar que o rato deveria ser nomeado um salvador de Os Vingadores.

Vingadores Ultimato e alguns pontos que não ficaram tão claros

No comecinho de Os Vingadores Guerra Infinita, nos deparamos com Thanos e seus comparsas na nave em que Thor e os demais Asgardianos estão. O visual é de massacre, mesmo assim, os heróis lutam e até mesmo Hulk encara Thanos, no entanto, o poderoso raivoso verde acaba levando a pior na luta e, talvez, tenha sido a razão de não querer aparecer mais.

Ficou aquela expectativa se apareceria ou não em Os Vingadores Ultimato e, realmente, Hulk aparece, mas não como o Hulk que conhecemos nos outros filmes de Os Vingadores. Em Os Vingadores Ultimato, conhecemos um Hulk completamente diferente, mais centrado, ponderado e intelectual. Algo que já havia sido cogitado com essa história de Professor Hulk.

Cartaaz de Os Vingadores Ultimato

Tudo bem que o próprio personagem explica o porquê da mudança, no entanto, pelo menos para mim, não ficou muito claro, ainda mais levando em consideração o fato ocorrido no filme anterior.

Os Vingadores Ultimato e suas piadas

Os filmes da Marvel sempre foram recheados de piadas, algo que acabou caindo no gosto dos fãs da saga, porém, particularmente, algo que já vinha incomodando desde Thor: Ragnarok, era a quantidade de piadas que o deus do trovão soltava sem critério algum.

Em Os Vingadores Ultimato, as piadas foram bem dosadas para o personagem e foram feitas no tempo certo com precisão cirúrgica, o que tornou o filme ainda mais atrativo e consistente. Entretanto, toda vez que assistia algum filme de Os Vingadores ou solo de Thor, lembrava da velha animação da década de sessenta.

Momento de felicidade de Thor, um sorriso que durou segundos

Naquela época, bom humor era algo que o deus do trovão não tinha, como também, movimento de imagem. Sério, o desenho antigo de Thor deslizava nas cenas e só mexia a boca, não pense que mexia a boca como as animações de hoje em dia, era algo bem precário, mesmo assim, era louco demais.

Outro detalhe que gostaria de destacar é a participação feminina nos filmes da Marvel. Apesar de contar com algumas, elas nunca tiveram força suficiente para criar uma identificação com o público feminino, algo que Mulher-Maravilha da DC Comics, conseguiu facilmente.

Episódio dos desenhos antigos da Marvel

Em Os Vingadores Ultimato, vemos as heroínas caminhando para o confronto como um verdadeiro clube da Luluzinha. Claro, nem vou mencionar a Capitã Marvel que chegou nos cinco segundos do segundo tempo para virar o jogo completamente.

Os Vingadores Ultimato merece ser assistido?

Com toda certeza! Para ser franco, a Marvel criou um universo tão coeso (em termos de filme) que na minha opinião, merece ser colecionado. Algo que, acredito, depois de um certo tempo, os filmes se tornarão artigos de venda em bancas de jornais, como aquelas coleções da Folha, entre outros.

Meu único arrependimento foi não ter ido assistir em uma sessão mais cedo para poder me esconder dentro da sala e tentar emendar em outra sessão para prestar atenção em mais detalhes. Algo que sinto muita falta dos cinemas antigos do centro. Devido a má organização, era muito fácil permanecer na sala para assistir novamente um determinado filme. Pena que isso mudou… Fazer o que né?

Trailer de Os Vingadores Ultimato