Vamos lançar a campanha: encoxe um homem no coletivo para ver se curtem

Compartilhe agora mesmo

Alguns meses atrás a internet foi bombardeada por notícias acerca de um tal de MC não sei o que que se achou no direito de desrespeitar uma jornalista. Bom, particularmente, ela foi culpada, entrevistar pessoas que acham bonito ficar cantando músicas tipo: faz 360 em cima da piroka… Sério… Isso sem falar naqueles cabras que desfilam com seus carros rebaixados com batidas pesadas e com letras ofensivas… Cara! E o pior, tem meninas que gostam e assim que ouvem já começam a balançar o popozão… E os caras ficam lá babando com seus óculos coloridos espelhados, falando mole e com seus carros com caixas de som para fora…
Desculpa, sou franco, sou head-banger, mas respeito todo tipo de música, até o Luan Santana com aqueles olhinhos juntos, mas as letras do rapazinho são boas, como muitas outras de bandas de forro, mpb, samba, pagode e por aí vai, tudo bem que falam mais sobre amor do que tudo, mas não ofendem, pelo contrário, algumas trazem boas reflexões, como as letras do Lulu Santos antes dele detonar o cérebro pintando os cabelos… Na boa, respeito a música independente do meu gosto musical, toda arte deve ser respeitada a partir do momento que ela traga algo bom para quem quer que seja, agora o funk… Esse tipo de funk ainda por cima…
Esse tipo de música denigre a mulher e por isso acho ainda mais absurdo ver algumas mocinhas até que bonitas, dançando com shorts cavadinhos e mostrando as popas, com decotes que, se pularem mais um pouco… Na boa, pessoas que se prezam a tal coisa, estão pedindo para serem abusadas, desculpa tá, caso você se ofenda, isso é bem diferente de você estar com uma calça legging marcando todas as curvas… Uma calça legging é confortável, uma mulher usa uma não pensando: “nossa tá tudo marcando, vou abalar bambu na rua…”, pelo contrário, algumas pensam em não usar justamente por saberem que vão ficar parecendo com aquelas televisões para cachorros, sabe? Não?  Para quem não sabe, isso se refere aquelas fornalhas de frangos de padaria, geralmente muitos cachorros ficam lá desejando comer uma daquelas… Alguns homens parecem que não podem ver uma mulher com um decote ou com uma dessas que já acham que podem ir tocando e apalpando… Um absurdo…
Meu, na minha estupida e ignorante opinião, a mulher veio ao mundo para deixa-lo mais bonito… E foi exatamente por isso que Deus deixou-a por último no momento da criação. Ele precisava se concentrar para coroar seu trabalho com chave de ouro e, ao conseguir, descansou… Estava satisfeito, fizera muitas coisas bonitas, mas nada tão lindo e complexo quanto uma mulher… Cara, se você for pegar as vendas da Play-Boy e comparar com as revistas de homem pelado, verá que a Play ganha longe… E por que? Por que a mulher nua é linda de se ver, ou seja, Deus plantou uma flor no jardim terreno e chamou de mulher, mas, depois que deu mancada… Ai surgiu a TPM e talvez essa coisa de sofrer tanto para dar à luz, ter que trabalhar em casa e em um emprego sem folga nenhuma, afinal de contas, ela trabalha de segunda a sexta no escritório e nos finais de semana em sua casa e ainda tem que sorrir para o marido quando ele quer aquela conversa…
Foda… Mas estou vindo aqui não apenas para falar do MC e das letras de funk e muito menos da maravilhosa existência feminina, mas sim pelo fato de mais um escândalo envolvendo uma mulher e uma estrela da televisão… A bola da vez é o José Mayer que acabou assediando uma coadjuvante global. Um ator que foi considerado um dos homens mais sexy do Brasil assediando uma garota em início de carreira, nada melhor para ela para dar aquele up na carreira. Não estou defendendo o cara, por isso, continue lendo… Li a carta e não curti muito a maneira que a Susslem Tonani se referiu a si própria… Eu, branca, não sei das quantas… Ele, branco, rico… Sério mesmo, Susslem? Uma asiática pode? Uma negra? Uma amarela? Ou uma azul como do Avatar? Eu, particularmente achei a carta ofensiva e, na minha opinião a requerente de justiça me lembrou a Geise Arruda desfilando pelada e, não digo nada que a Susslem esteja no Faustão no próximo domingo ou na próxima versão do Big Brother. Bem mais provável, até lá, esquecerão que quem assediou foi um dos atores globais mais desejados, que vestiu a roupa de Osna na novela Tieta do maravilhoso Jorge Amado e ainda foi o protagonista de Presença de Anita… 
Sinceramente, podemos dizer que isso é um abuso de poder, de influência, José Mayer fez como todos os políticos, meteram a mão no povo e ainda reclamam quando eles se revoltam e param a Paulista em protesto, mas pelo menos na Globo as coisas funcionam de maneira diferente. Em defesa, algumas mulheres vestiram a camisa: “mexeu com uma, mexeu com todas” e, particularmente, isso não deveria se limitar ao Jardim Botânico, afinal de contas, as mulheres são assediadas em todos os lugares, e não estou falando de figurantes de novelas que, querendo ou não, terão uma exposição, isso sem falar que a garota disse que meteu a mão na buceta dela… cara, isso não é palavra para se referir a perseguida, ainda mais na mídia… Isso é um nome para ser usado na intimidade, estilo Voldemort, apenas em alguns momentos…
Esse tipo de campanha tem que se espalhar pelo mundo inteiro, afinal de contas, todas as mulheres do mundo são protagonistas de suas próprias histórias e não devem sofrer esse tipo de abuso só por serem gostosas e por terem sido criadas por último por Deus… Pô, fala sério, pra que abusar de uma mulher contra a vontade dela? Será que algum homem gostaria de ser comido por outro à força? Os direitos são iguais, por isso, vou lançar a campanha “encoxe um homem no coletivo”, quem sabe assim eles se tocam e percebam que a mulher não é um objeto mais sim um adorno.

Compartilhe agora mesmo

Deixe um comentário